segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

As aventuras de Tarsila (Capítulo 4: Amor e ódio)

Olá galera!
Tudo bem com vocês?
No capítulo anterior de "As aventuras de Tarsila", nossa personagem principal viveu muitas confusões com a Celesty e a Letícia, a namorada do Pedro. Mas essa semana veio recheada de tantas aventuras, que Tarsila nem poderia imaginar.



Para conferir o quarto capítulo clique em Mais informações. :)

Oi pessoal!
Eu estou muito confusa sobre tudo o que vem acontecendo, a namorada do Pedro me odeia, enquanto eu gosto muito dele, e o Rafael está se mostrando ser um garoto super fofo, a Celesty não perde uma oportunidade de me irritar e tentar me atrapalhar na Stardoll Academy.
Espero que essa semana seja bem legal, estou cruzando os dedos! :D


6:15. Segunda-feira.
Acordei bem cedo, pois estava muito animada para começar essa semana com o pé direito. Dei a comida da Lola, minha cachorrinha que o Rafael me deu de presente, e fiz um carinho nela. <3
Depois de tomar um belo banho, fui me arrumar e lembrei que a Kat havia me dado uma saia linda que ela comprou e não gostou. Decidi usá-la hoje. Para completar minha produção, fiz uma make básica.





 7:12. Stardoll Academy.
Quando Kat e eu chegamos na Academia de Moda, demos de cara com a Celesty e eu reparei que ela estava usando uma saia igual a minha! :o
É claro que não demorou muito para que ela começasse a me importunar...
- Olhem, parece que a caipira finalmente conseguiu uma roupa decente, eu não aguentava mais ver você com aqueles trapos horrorosos.
Meu dia estava ótimo e eu não iria deixar a Celesty estragar tudo, por isso simplesmente respondi:
- Celesty, minha querida, porque você não cuida mais da sua vida e me deixa em paz? Lá de onde eu venho nós costumamos usar uma frase muito sábia, mais ou menos assim "os incomodados que se retirem", então, se minhas roupas estão incomodando você, faça o favor de me ignorar e fingir que eu não existo, porque é isso que eu vou fazer com você daqui em diante. Tchau, espero não te ver tão cedo.
Joguei um beijo para ela e caminhei em direção à sala, Kat me seguiu, fazendo aquela cara de preocupada.
As aulas foram normais, na medida do possível. Na hora da saída, a Kat foi ao banheiro e o Henrique veio falar comigo:
- Oi Tarsila! Quanto tempo, não? (nós nos cumprimentamos com um beijo no rosto)
- Pois é, você está numa turma diferente da minha, temos que falar com a Lisa LaBelle pra dá um jeito nisso! Rsrs
Ele sorriu.
- Eu queria te convidar pra ir ao cinema amanhã, vai ter a estreia de um filme bem divertido, você topa?
Cinema com o Henrique... Ai meu Deus, me ajuda!
- Eu não sei, sabe o que é? É que eu tenho estágio e chego muito cansada e...
- Vai Tarsi, por favor! Diz que sim? (ele fez uma cara de cachorro sem dono e eu não tive como dizer não)
- Está bem. (tentei fazer uma expressão agradável)
- Okay, então nos encontramos no shopping, às 20:00.
 Henrique se foi e eu fiquei esperando a Kat voltar. O que será que ela tanto faz nesse banheiro!?


13:01. Hora do estágio.
Logo que eu entrei na agência, o Pedro me viu e foi para outra sala. Acho que ele estava me evitando, isso me deixou um pouco chateada, mas eu não podia deixar essa coisa tão boba atrapalhar minha vida e tratei de pesquisar bastante novidades para ajudar o Rafael no comercial que ele estava produzindo.
Rafael chegou um pouco atrasado e me trouxe uma barrinha de chocolate diamante negro, claro que eu amei.





Nós conversamos sobre o trabalho e depois ele perguntou como a cachorrinha estava se comportando:
- Ah, ela é maravilhosa, só que é um pouco bagunceira. Ontem a noite eu deixei meus chinelos perto do tapete e quando voltei para o apê, na hora do almoço, fui procurá-los para calçar. Adivinha? (eu disse, empolgada)
- Humm... ela comeu? (Rafael gesticulou com a boca como se ele próprio estivesse mordendo os meus chinelos)
- Sim! Hahaha (nós dois começamos a rir)
- Acho que ela vai ter hálito de chulé. (gargalhamos muito)
 Depois eu contei que tinha escolhido o nome Lola para ela e Rafael achou lindo.
 Hora de ir embora.


19:45. Terça-feira.
  Depois de um longo dia de estudo e estágio, me arrumei rapidamente e convidei a Kat para me acompanhar no "encontro" com o Henrique. Chegando no shopping, apresentei a Kat ao Henrique e ele fez uma cara de bobalhão quando a viu. Ela ficou bem sem graça com os elogios que recebeu e eu percebi que não precisava mais me preocupar com o Henrique.
Os dois conversaram bastante antes de seguirmos até o cinema, compramos pipoca e refrigerante, então na hora de entrar na sala, eu disse que iria comprar outro refrigerante e que logo voltaria. É claro que era uma desculpa para deixá-los a sós.
Decidi ir passear pelo shopping e dá uma olhada nas roupas e tudo mais.
Entre uma loja e outra, vi uma coisa que me deixou perplexa: Rafael e Celesty estavam na praça de alimentação e pareciam se divertir bastante.




Eu me escondi atrás de um manequim e fiquei espiando. Eles conversavam sobre alguma coisa que aparentemente era muito engraçada e depois começaram a jogar pequenos pedaços da comida um no outro.
Eu não imaginei que ficaria tão abalada com aquela cena. A primeira coisa que eu pensei foi na possibilidade deles estarem namorando, mas se eu bem me lembro, Celesty anotou naquela listinha boba que seu namorado era um tal de Luan, a não ser que eles já tivessem terminado.
Minha mente estava igual a uma locomotiva andando nos trilhos em alta velocidade e...
- Moça, você tem interesse em fazer o cartão da nossa loja?
Alguém tocou no meu ombro, eu me virei, era uma atendente da loja.
- Hã? Cartão? (perguntei, confusa)
- Sim, com ele você terá muitas vantagens, como um super desconto de...
- Não, não quero. Obrigada.
Eu sai da loja às pressas e decidi ir embora sem esperar a Kat. Não dava pra continuar naquele lugar sabendo que o Rafael estava com a Celesty.  

 
 20:38. Apartamento.
Cheguei no apê aos prantos e fui direto para o meu quarto. Tirei as sandálias e me joguei na cama da Kat, que agora ela dividia comigo. "Se o Rafael namora a Celesty, por que me deu a Lola de presente?", pensei.
Talvez ele só estivesse querendo ser gentil, assim como o Pedro, e eu, caipira que sou, acabei confundido tudo e criando coisas na minha mente.
Como eu sou tonta! A Letícia estava certa, eu sou apenas uma pobre menina do interior.



Depois de algum tempo, Kat me ligou e eu disse que já estava no apê. Ela chegou por volta das 22:00 e, empolgada, me contou tudo o que aconteceu, teve até beijo. Quando Kat me perguntou porque eu tinha ido embora sem avisar, eu disse que não queria atrapalhar os dois e que estava com dor de cabeça.
22:50. Hora de (tentar) dormir.


7:15. Quarta-feira. Chuva.
Ai, o dia já começou chovendo, parecia que minha tristeza estava refletida no céu.
Enquanto Kat estava super animada e ansiosa para encontrar o Henrique, eu estava triste e tentando disfarçar. A primeira aula foi do professor Darth Vader e ele avisou que faria vários concursos de moda durante o semestre, começando hoje. Todos os alunos fizeram seus croquis como primeira parte do concurso, depois, na próxima aula, teríamos que ir para a sala de costura para transformar a ideia em realidade. Eu não estava com vontade de desenhar e fiquei fazendo uns rabiscos. Kat percebeu a minha falta de vontade, mas não disse nada. Depois de 30 minutos, o professor começou a recolher os trabalhos de todos, então Kat pediu para levar o meu. Naturalmente, eu entreguei. Tenho que confessar que estava horrível, sem nenhuma criatividade.


 13:40. Estágio.
Cheguei atrasada no estágio de propósito, só para provocar o Rafael, mas ele não demonstrou nenhuma chateação quando eu entrei na sala. Ao contrário, me tratou como todos os dias, de forma simpática e atenciosa. Aquilo me deixou extremamente irritada e ao mesmo tempo confusa, mas eu fingi que estava tudo normal.
A semana foi passando, sem muitas novidades.


10:30. Sexta-feira. Stardoll Academy.
Novamente aula do professor Darth Vader, ele iria anunciar quem era o vencedor ou vencedora da primeira etapa do concurso:
- Alguns alunos conseguiram se superar no quesito mal gosto, não posso nem chamar certos trabalhos de croqui. Outros, no entanto, se destacaram pelo talento e originalidade. Sem mais delongas, a vencedora da primeira etapa é Tarsila da Silva Honório. (disse o professor)
  - Eu? Impossível! (fiquei surpresa, como eu poderia vencer se fiz um desenho horrível?)
- Impossível é você não acreditar no seu talento, senhorita. (o professor sorriu levemente)
- Obrigada.
Quando ele mostrou o croqui, percebi que não era o que havia feito na aula passada, mas um dos modelos que eu desenhei no apê dias atrás. Mas como veio parar aqui?
Percebi que muitos alunos e alunas me olhavam com desprezo, acho que porque eu era uma simples garota do interior que estava deixando eles no chão.
Semana que vem teremos que costurar as roupas que desenhamos como segunda parte do concurso.
Depois da aula, perguntei à Kat como o meu desenho havia sido trocado. Ela me disse que um dia estava procurando um par de meias nas gavetas e encontrou os meus croquis. Então, decidiu guardá-los em sua bolsa para uma possível emergência na Academia de Moda, e assim fez, entregou o croqui bonito no lugar do feio. Rsrs
Eu não sabia que a Kat pudesse ser uma pessoa tão boa, acho que poucas pessoas fariam o que ela fez, afinal, eu fui a vencedora e ela não. Mesmo assim, ela não se importou. :)
Eu a agradeci e nos abraçamos.


16:45. Estágio.
Está quase na hora da saída do estágio, ainda bem porque eu quero muito descansar.
Rafael estava na diretoria resolvendo alguns problemas, enquanto eu estava fazendo nada.
"Toc, toc"
Alguém bateu na porta.
- Pode entrar. (avisei)
- Tarsila, preciso falar com você.
Era o Pedro, eu nem imagino sobre o que ele queira conversar.
- Ah... Pode falar.
Ele foi se aproximando de mim e disse:
- Primeiro eu quero te pedir desculpa pelo que aconteceu naquela noite, no restaurante. A Letícia foi muito grosseira com você, eu não queria que ela te tratasse mal.
- Tudo bem, eu já esqueci disso. (achei estranho aquele jeito que o Pedro estava falando, tão carinhoso e me olhava fixamente nos olhos)
- A verdade é que ela estava com ciúmes de você, porque ela percebeu o que estava tentando esconder.
Ele foi se aproximando mais e mais. Eu podia sentir sua respiração.
- Tentando esconder... o que? (perguntei)
- Meu sentimento, mas ele só cresce aqui no meu coração...
Pedro acariciou o meu rosto e me beijou.
Eu não sabia como reagir, nem sabia direito o que estava acontecendo, afinal ele me ignora e depois vem me beijar? Quando ele entrou na sala, eu estava disposta a ser totalmente fria, mas agora eu só conseguia abraçá-lo e retribuir o beijos.
    - Tarsila, eu preciso que você faça um...
Rafael entrou na sala e nos flagrou. Pedro e eu nos assustamos.
- Oh, estou atrapalhando esse momento íntimo de vocês? (Rafael ficou surpreso)
- Não, não, é que.. (eu tentei explicar)
- Nós estávamos apenas... (Pedro falou ao mesmo tempo que eu)
- Se agarrando. (Rafael completou a frase e continuou) Então é isso que vocês fazem enquanto eu não estou na minha sala?
- Não, não é isso, foi... (eu tentei explicar mais uma vez)
- Pedro, por favor, se retire daqui, alguém precisa trabalhar enquanto os funcionários se divertem. (Rafael ficou bastante irritado)
Pedro fez o que ele pediu e eu me sentei. Não conseguia olhar na cara do Rafael, por isso permaneci cabisbaixa e em silêncio.
Parecia que o tempo tinha parado. Nenhum barulho.
Tomei coragem e disse:
- Você quer que eu vá embora?
Rafael não disse nada durante alguns segundos.
- Não. (finalmente, uma palavra)
Senti meu coração aliviado.
- Desculpa, isso não vai acontecer de novo.
- Segunda-feira nós continuamos com esse comercial. (disse Rafael, pegando seus coisas e seguindo em direção à porta)
- Está bem. Até segunda! (me despedi, mas ele não respondeu)

Quando eu sai da agência, o Pedro estava na esquina me esperando. Ele pediu desculpa e disse que não tinha conseguido se conter. Depois explicou que não estava mais namorando a Letícia porque queria ficar comigo.
- Você me dá uma chance?
- Eu não sei Pedro, acho que não é um bom momento, você acabou de sair de um relacionamento. (eu estava tão confusa, parte de mim queria dizer sim, outra parte queria dar um tapa na cara dele)
- Você não precisa responder agora, mas promete que vai pensar? (ele segurou minha mão)
- Ah... Prometo.
Pedro tentou me beijar novamente, mas eu me esquivei. Nos despedimos e eu fui para o apê.


18:40. Apartamento.
Quando cheguei no apê, contei tudo para a Kat e até ela ficou confusa! Rsrs
Sinceramente, não sei o que fazer, só sei que estou triste porque acho que o Rafael ficou chateado comigo, e também feliz porque o Pedro quer me namorar.
Será que eu vou conseguir fazer um bom trabalho no concurso do professor Darth? Será que a Celesty e o Rafael realmente são namorados? Aceito ou não o pedido do Pedro?
Socorro!!!

Até mais!
TSH (Tarsila da Silva Honório)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------   
 Agora é com vocês.
A seguidora Scarllet Sousa sugeriu a melhor continuação da história e será premiada. Parabéns e obrigada pela participação! :D

Comentem como vai ser o quinto capítulo das aventuras da Tarsila com os seguinte quesitos:
- A segunda parte do concurso do professor Darth Vader;
- Como Rafael vai tratar Tarsila na agência;
- Celesty namora ou não o Rafael;
- Tarsila aceita ou não namorar o Pedro.

Não esqueçam de colocar o nome de suas dollies.
Comentários válidos até 24/02 (quarta-feira).
 Espero que gostem do capítulo 4 e participem. :D
PS: Estou acrescentando as imagens dos personagens a cada capítulo, no próximo terá o Pedro.

Quem quiser visitar a Tarsila no Stardoll clique aqui.
 Beijos!

´

7 comentários:

Nay Nascimento disse...

Galera, quero pedir desculpa pela demora na postagem, a história estava pronta desde sábado, porém eu tive problemas com a internet e não conseguia salvar as alterações que eu pretendia fazer (com imagens, inclusive o look que a Vivianny preparou e ainda o doll do Pedro, e palavras para corrigir), daí só consegui postar hoje e ainda está com uma formatação ruim, mas eu vou tentar corrigir isso no computador na Universidade. Espero que gostem, mesmo com os contratempos. :) Bjuus

Adriano Lopes disse...

Cada vez mais incrível Nay ♥ Tô amando ...
Continuação da história :
- Rafael e Celesty não namoram ( Pois são irmãos ) .
- Rafael tratará Tarsila como uma estranha .

É isso / Beijos ♥

Stardoll PinkVivianny disse...

Concordo com o Adri, o Rafa e a Celesty devem ser irmãos, pois ela namora o Luan. E se ele não gostasse da Tarsila, pra q o ciúme quando a viu com o Pedro? Só daria uma advertência e pronto!
#Tarsiel <3 (eu era meio relutante quanto a eles se tornarem um casal, mas ele a presenteou com uma cachorrinha e uma barra de diamante Negro, até eu queria! Haha)
#Lulesty
#Katarique

Julia Ferreira Caetano disse...

obrigada Nay por por a minha cama na historia! Cada vez melhor! concordo com o Adri..bjs

Nay Nascimento disse...

Obrigada gente! ♥
Adriano sempre com boas ideias! ♥
Vivianny shippando mais casais!! ♥
Eu que agradeço o presente, Julia! ♥

DelenaLaryssa Stardoll disse...

Depois que contei tudo o que aconteceu para a Kat, tentei dormir, mas ficava acordando com horríveis pesadelos (Celesty beijando Rafael, ele me rejeitando e parando de ser legal comigo, tipo, pra SEMPRE etc). Como não parava quieta, Kat acordou e disse que iria dormir na sala, mas eu a impedi, levantei da cama e decidi comer alguma coisa. Talvez tenha algo interessante na TV a essa hora... Adormeço sem perceber. No outro dia, acordei com a campainha tocando, e eu esparramada no sofá às 3 da tarde! Levantei correndo, e enquanto ficava minimamente "apresentável" gritei para Kat atender a porta, sem resposta. Ainda estava penteando os cabelos quando percebi um bilhetinho na cama: "Tarsila, fui passear com o Henrique. Beijos, Kat". Corri para a porta, e quem encontro? Pedro! Antes que possa registrar o que ele estava fazendo ali, ele se inclinou e me beijou. Fiquei surpresa, me afastei e perguntei se havia algum problema, ele disse que não aguentava mais esperar, era sim ou não. O que eu faço? Não podia pedir para esperar, ele veio no meu apê para se declarar, não podia fazer isso! Então digo que sim, e ele quase desmaia (coisa que claramente eu estava a ponto de fazer). Pedro me convidou para sair, recusei, pois ainda estava muito cansada do dia anterior...

Na aula do professor Darth Vader:

Ah, que ótimo, acordei atrasada pela 3 vez essa semana >:( Quando cheguei na sala, o professor ficou me encarando como se eu fosse a culpada por todo o mal que existe no mundo. Acabei ficando com menos tempo para fazer o meu croqui. Não ficou exatamente como eu queria (um vestido branco simples com sobreposição de seda e renda, plissado logo abaixo do busto, garantindo volume e fluidez), mas estava bonitinho :3 Sorte a minha que Celesty não o tinha visto ainda, se não iria dar um jeito de arruiná-lo como fez com o meu outro croqui :/ "Inveja é uma coisa tão triste..." penso. Examino a sala. Os outros trabalhos estavam realmente incríveis, comecei a ficar nervosa. Se eu não ganhasse pelo menos o 3 lugar o professor iria me matar. Imagine, chegar atrasada e ainda fazer um péssimo trabalho? O professor Darth Vader passeou pela sala, analisando minuciosamente cada detalhe de cada trabalho. Kat segura minha mão, tão nervosa quanto eu. Finalmente o professor anuncia o melhor trabalho, e é o da Kat :D O vestido que ela fez estava maravilhoso, mereceu vencer. Fico muito aliviada de meu vestido ser o segundo melhor, e sinto o olhar frio de Celesty na minha nuca. "Pode vir, querida, nunca mais vou voltar a ter medo de você" pensei.

Na agência:

Quando chego, vou para minha mesa, ligo o pc e digito o login e senha, como faço todas as tardes. Fico surpresa quando meu login é rejeitado, digito mais 3 vezes e nada... Decido chamar o Rafael, pois apesar do clima tenso entre nós ele ainda é meu chefe, certo? Errado! Rafael chega e diz que fui despedida! Pergunto como, por que, quem vai ficar no meu lugar, e ele diz com uma voz fria e dura: "alguém que sabe separar trabalho de vida pessoal". Não entendo de início, mas quase explodo de raiva quando Celesty aparece na porta, e com voz inocente diz: "qual é minha mesa?". Minha vontade é derrubar ela daquele salto 15, seria um baita tombo, mas me seguro e caminho confiante até a porta e bato com força. Quando chego em casa, Kat não está, provavelmente passeando com o Henrique, e por incrível que pareça, isso me faz ficar com mais raiva ainda porque queria desabafar com ela. Depois de quebrar alguns vasos e copos na parede da sala, pego o controle da TV e passo os canais, sem vontade de assistir. Então, escuto a campainha. Atendo, e Pedro está ali novamente. Nossa, timing perfeito ;) Era dele que eu precisava comigo... Logo ele percebe que não estou a fim de sair (talvez pelos cacos no chão). Pedro senta no sofá e encontra um filme bem sem sal. Sento ao lado dele e o abraço. Fico grata por não fazer perguntas, tenho medo de que tivesse arremessado um dos poucos vasos de porcelana que sobraram nele.

Doll: DelenaLaryssa

DelenaLaryssa Stardoll disse...

Desculpe, esqueci de dizer se o Rafael e a Celesty namoram. Então, acho que pra combinar melhor com o que eu falei antes, eles estão juntos, mas não oficialmente entende? Tipo, ela ainda namora o tal do Luan mas fica passeando com o Rafael etc

Doll: DelenaLaryssa

Beijinhos ♥