domingo, 29 de maio de 2016

Museum Mile - A história da moda

Olá galera!
Tudo bem com vocês?
A nova coleção Museum Mile veio com o tema "100 anos de estilo: 1916-2016" (100 years of style: 1916-2016), fazendo um resgate da história da moda.
Por isso, eu decidi trazer uma matéria especial com o túnel do tempo desse período, com as versões reais dos itens e as informações dos estilistas que criaram cada peça, como Chanel, Dior e Balmain, para que vocês saibam tudo sobre a coleção.


 Para conferir a matéria completa, clique em Mais informações, por favor.
Boa leitura! :)


A coleção Musem Mile - 100 anos de estilo veio inspirada em peças reais que marcaram a história da moda. Confiram:
1916
 Lucy Christina Wallace



Lucy Christina Wallace, conhecida como Lady Duff-Gordon, nasceu em 13 de junho de 1863, em Londres (Inglaterra) e morreu em 20 de abril de 1935. É a designer de moda referência do século XX, por ter sido a primeira estilista a alcançar reconhecimento internacional. Lucy é lembrada pelo seu trabalho com a alta costura, por ter criado o "desfile manequim" e ter treinado as primeiras modelos profissionais. Sua grife se tornou a primeira marca global de alta costura, com filiais em Londres, Chicago, Nova York e Paris, vestindo a realeza britânica, a nobreza e personalidades do cinema e do teatro. Sua paixão pela moda surgiu ainda na infância, quando Lucy costurava vestidos para suas bonecas, inspirados nos quadros de família. Ela começou a trabalhar como estilista depois de ter se divorciado (seu marido era alcoólatra), pois precisava sustentar seus filhos. Além disso, Lucy sobreviveu a dois naufrágios ao longo de sua vida, um em 1875 numa viagem para os Estados Unidos, causado por um vendaval, e outro em 1912, no emblemático e conhecido Titanic. Ela também era jornalista. Seus vestidos eram luxuosos, com muitas camadas de tecidos suaves, quase sempre em tons pasteis e com aplicações de flores de seda feitas à mão (como o modelo da coleção Musem Mile).


1926
Coco


Gabrielle Bonheur "Coco" Chanel nasceu em 19 de agosto de 1883, na França, e morreu em 10 de janeiro de 1971. Chanel é considerada a maior estilista  do mundo, por ter revolucionado a moda. Ela criou peças mais casuais, que libertaram as mulheres dos espartilhos apertados e desconfortáveis. Chanel é famosa não apenas pela seu trabalho com roupas, mas também com joias, bolsas, sapatos e fragrâncias. De origem pobre, ficou órfã aos 12 anos e cresceu num convento para meninas. Já adulta, Chanel trabalhou como cantora, quando ganhou o apelido de Coco, mas não teve sucesso. Determinada, anos mais tarde iniciou sua carreira no mundo da moda, como chapeleira. Depois, passou a ser estilista, criando peças casuais e confortáveis, o que lhe trouxe prestígio. Com o passar do tempo, Chanel garantiu lugar na alta costura, com peças clássicas e originais, se tornando o principal nome da moda e eternizando o "pretinho básico" que todos nós conhecemos. Essa mulher é uma lenda!


 1936
Schiaparelli


Elsa Schiaparelli nasceu em Roma (Itália), em 10 de setembro de 1890, e morreu em Paris, em 13 de novembro de 1973. Elsa foi uma mulher a frente do seu tempo; estudou Filosofia na Universidade de Roma, e nesta época escreveu um livro de poesia que não agradou sua família, sendo enviada a um convento por este simples motivo (ela conseguiu ser libertada após declarar greve de fome). Trabalhou como babá em Londres e depois mudou-se para Paris, onde começou sua carreira como estilista. Seu trabalho unia arte e moda, com influência nos movimentos artísticos do Cubismo e Surrealismo. Ela criou a manga pagode e a cor "rosa choque" (sim, ela criou essa cor!), além de ter lançado os broches fosforescentes, cadeados nos casacos, tingimento cor de pele (o que chamamos de "nude"), estampas de jornal e bordados dos signos do zodíaco. Ufa!


1936
Vionnet


Madeleine Vionnet nasceu em 22 de junho de 1876, na França, e morreu em 2 de março de 1975. Vinda de uma família pobre, começou a costurar aos 12 anos de idade. Casou-se aos 18 anos, mas após perder um filho, Vionnet se separou e foi trabalhar como costureira em um hospital de Londres. Em seu retorno à França, começou a carreira de estilista numa casa de moda, mas seu desejo de criar roupas simples não estavam de acordo com as tendências da época, o que a fez sair do emprego e fundar sua própria grife. Vionnet era contra as roupas apertadas e os espartilhos, assim como Chanel. Ela criava peças com tecidos leves, tais como os usados na Grécia Antiga, o que fez com que sua casa de moda ficasse conhecida como "Templo da Moda", e ela fosse chamada de "rainha do corte" e "arquiteta entre as costureiras". Vionnet não se importava com a moda, mas se preocupada em ser original e em se manter fiel ao seu estilo, uma das suas frases mais famosas era "quando uma mulher sorri, o vestido dela deve sorrir com ela". Além disso, Vionnet foi a primeira mulher a lutar por leis de direitos autorais no mundo da moda, ela também instituiu férias remuneradas e licença maternidade, dia de cuidados, médico e dentista para os seus funcionários. Poderosa!


 1946
Theatre de La Mode


Théâtre de la Mode (Teatro da Moda) foi uma exposição de manequins de moda, feita pelos melhores estilistas de Paris, realizada em 1945 e 1946 (na Europa e nos Estados Unidos), após a Segunda Guerra Mundial. O objetivo da exposição era levantar fundos para ajudar a indústria da moda francesa, abalada pela guerra. Paris sempre foi o centro da moda mundial e a guerra acabou por obrigar grande parte dos estilistas a fechar seus ateliês e a fugir para outros lugares. Com o fim dos conflitos, Robert Ricci, filho de uma grande estilista, teve a ideia de montar um teatro de moda em miniatura, para reerguer o mercado. Cerca de 60 estilistas criaram roupas para os 200 manequins da exposição, entre eles Balenciaga, Hermès e Pierre Balmain. Lindos!


1946
Carven


Marie-Louise Carven-Grog, também chamada de Carmen de Tommaso, nasceu em 31 de agosto de 1909, na França, e morreu em 8 de junho de 2015, aos 105 anos. É a fundadora da Maison Carven, uma das maiores casas de moda de alta costura. Carmen estudou arquitetura e design de interiores na Escola de Belas Artes de Paris. Fundou a Carven em 1945 e o sucesso veio rapidamente, pois ela criava roupas para mulheres de estatura baixa, assim como ela (Carmen tinha 1,55 m), o que era novidade na época, pois até então a moda estava restrita às "girafas de luxo" (termo usado por Carmen para se referir às mulheres altas). A estilista ficou conhecida como "a menor das grandes costureiras" e foi a primeira a apresentar suas coleções no exterior, como no Brasil, em Portugal, no Irã e no Egito. Carmen criou o espartilho balconnet, em 1950.







1956
Dior



Chistian Dior nasceu em 21 de janeiro de 1905, na França, e morreu em 24 de outubro de 1957, na Itália. É considerado um dos maiores ícones da alta costura no mundo. Ele sempre quis ser artista plástico, mas por influência de seu pai, acabou estudando Ciências Políticas. Depois de concluir o curso, Christian começou a frequentar ateliês de pintura e desenho, e até abriu uma galeria de artes, em sociedade com um amigo. Mais tarde, seu talento para o design de roupas chamou a atenção e ele passou a desenhar croquis, que eram vendidos para jornais e casas de moda de Paris. Christian começou sua carreira na moda efetivamente como assistente de um estilista suíço. A guerra chegou e ele foi convocado para atuar como soldado no corpo de engenheiros. Com o fim da guerra, Christian foi trabalhar numa casa de moda e logo conseguiu patrocínio para fundar a Maison Dior, em 1947, tornando-se um dos estilistas mais famosos de Paris, pois suas criações eram luxuosas e elegantes, diferente das tendências mais simples do pós-guerra. Ele é o responsável pelo "New Look", criando vestidos e saias mais longas, valorizando o busto, cintura bem marcada e saias amplas.


1966
Paco Rabbane (Rabanne)



Francisco Rabaneda Cuervo, conhecido como Paco Rabanne, nasceu na Espanha, em 18 de fevereiro de 1934 (atualmente com 82 anos). Embora seja espanhol, Rabanne é considerado francês e ficou conhecido pelas suas criações de roupas futuristas nos anos 60. Depois de se exilar na França durante a Guerra Civil Espanhola, ele estudou arquitetura na Escola Nacional de Belas Artes de Paris e mostrou-se bastante talentoso para desenhar. Iniciou sua carreira na moda criando acessórios para marcas de alta costura, como Balenciaga e Givenchy. Em 1966, apresentou sua primeira coleção, fazendo um enorme sucesso no mundo da moda. Rabanne foi o primeiro estilista a criar um vestido de chocolate. Agora, eis a questão: o vestido derreteu ou comeram todinho? Hahaha




1976
Halston


Roy Halston Frowick nasceu em 23 de abril de 1932, nos Estados Unidos, e morreu em 1926 março de 1990. Conhecido simplesmente como Halston, era um designer de moda que ganhou fama internacional na década de 1970. Seu interesse pela moda surgiu a partir de sua mãe, que era costureira. Ele gostava de criar chapéus e customizar as roupas de sua mãe e de sua irmã. Começou sua carreira como design de chapéus e conseguiu alcançar a fama ao projetar o modelo usado por Jacqueline Kennedy na posse presidencial do seu marido, em 1961. Mas aos poucos esse acessório foi caindo na moda e Halston passou a criar roupas, conquistando a elite norte-americana. Seus designers minimalistas, desenhos limpos e elegantes redefiniram a moda dos anos 70.




1986
JPG (Jean Paul Gaultier)



Jean Paul Gaultier nasceu na França, em 24 de abril de 1952 (atualmente com 64 anos). Gaultier é um estilista incomparável, não recebendo nenhuma instrução sobre como desenhar, iniciou sua carreira na moda como assistente de Pierre Cardin, nos anos de 1970. Lançou sua primeira coleção em 1976 e marcou o mundo da moda, pela irreverência e originalidade. Gaultier vestiu a rainha do pop Madonna e criou o figurino de diversos filmes. Além disso, ele promoveu o uso de kilts (saias xadrez) para os homens e causou grande impacto por usar modelos idosos, mulheres acima do peso, pessoas tatuadas e com piercings em seus desfiles, o que não era convencional. Gaultier é absolutamente um dos maiores estilistas de todos os tempos e algumas de suas coleções foram expostas em museus de todo o mundo, além do estilistater ganhado duas estátuas de cera.


1996
Westwood



Dame Vivienne Isabel Westwood, conhecida como Vivienne Westwood, nasceu em 8 de abril de 1941 (atualmente com 75 anos), na Inglaterra. Vivienne é o grande nome da moda punk moderna. Vinda de uma família pobre, ela trabalhou numa fábrica de foi professora primária antes de ingressar no mundo da moda fazendo joias que eram vendidas numa tenda. Mais tarde, Vivienne passou a ser design de roupas e trabalhou para bandas punks britânicas, se consagrando no mercado da moda e da música. A estilista já criou roupas para o filme Sexy in the city e já vestiu a realeza britânica. Além disso, se interessou também pelo estilo vitoriano e rococó, com peças de época, lançando o "New Romantic". Suas inspirações vinham de obras de arte, geralmente do século XVIII, a exemplo do vestido verde da coleção Museum Mile, feito originalmente de seda e tafetá, ombro único, assimétrico e com um espartilho enfeitado com aplicações de flores, chamado de "Watteau" (1996).


2006
Versace


Gianni Versace nasceu na Itália, em 2 de dezembro de 1946, e morreu em 15 de julho de 1997. Estilista de alta costura, fundou uma das maiores casas de moda do mundo, a Versace, em 1978. Seu interesse pela moda surgiu a partir de sua mãe, que tinha um atelier de costura. Apesar de ter estudado arquitetura, Gianni optou por trabalhar como design e abriu sua própria Maison já causando grande sucesso, devido às suas criações luxuosas e glamourosas. Com a morte de Gianni, sua irmã Donatella, que já o ajudava, assumiu a frente da Versace. Donatella Versace nasceu em 2 de maio de 1955, também na Itália, e hoje está com 61 anos de idade. Ao contrário de seu irmão, que gostava de um estilo mais clássico, Donatella repaginou a Versace e trouxe mais ousadia para a grife. Ela conseguiu conquistar um grande público, inclusive artistas como Lady Gaga, sempre inovando e apresentando desfiles e coleções incríveis.
  

2016
Balmain


Pierre Alexandre Claudius Balmain nasceu na França, em 18 de maio de 1914, e morreu em 29 de junho de 1982. Balmain começou a estudar arquitetura em 1933, mas desistiu do curso ao receber uma proposta para trabalhar como designer de moda. Fundou sua Maison em 1945, depois da Segunda Guerra Mundial, e ficou conhecido como "um rei da moda francesa". Suas criações eram parecidas com os designers de Dior, o chamado "New Look", que valorizava as curvas das mulheres. Rapidamente Balmain fez sucesso e conquistou clientes valiosos, como atrizes de cinema e membros da realeza. Ele é o responsável por descobrir o mais que talentoso Karl Lagerfeld, contratando-o em 1954. Após a morte de Balmain, a grife passou pelas mãos de alguns estilistas e hoje tem como responsável pelas criações o francês Olivier Rousteing. Olivier não deixa a desejar nos quesitos inovação, originalidade, luxo e sofisticação. O estilista tem simplesmente a família Kardashian como face das propagandas.


Qual o seu estilista preferido?
Gostaram da matéria?
Estou preparando a segunda parte com os itens Decor.
Beijos!

4 comentários:

~Gabbie disse...

Achei super legal a matéria, adoro ver a versão real vs stardoll e ainda tem um pouco da história de todos! A Musem Mile veio muito bonita <3

Julia Ferreira Caetano disse...

Adorei esse post, muito legal mesmo! meu estilista favorito é a Madeleine Vionnet

Leticia.V disse...

O post ficou ótimo! É Bem interessante saber un pouco da história dessas peças :3

Stardoll PinkVivianny disse...

Nay, q matéria perfeita! Estou me sentindo de volta no curso! Q saudade!

Gostei muito dessa Museum Mille q, muito mais q roupas convencionais, traz itens colecionáveis de grande qualidade. Amei mesmo! Sua matéria também ficou excelente!