terça-feira, 19 de junho de 2018

Vamos Falar Sobre...#4


Alô galera de caubói

Dei aquela sumida monstruosa mas voltei para a alegria -ou tristeza- de vocês, e com mais um assunto do "Vamos falar sobre..." !

Cliquem em "Mais informações" para acessar o conteúdo ;)



Gente bonita, gente cheirosa. O assunto de hoje não é nada mais,nada menos que:


Vida Dupla

Vida dupla tipo espião 007? 

Resultado de imagem para 007 gif my name is bond
google imagens

É,meus xuxus, tipo James Bond.


Assim como qualquer brincadeira com bonecas, no Stardoll temos o costume de "dar vida" às nossas dolls: um nome, um estilo, uma personalidade, um tempinho dedicado só para eles. Nossas bonecas virtuais -ou bonecos- são quase como um(a) filho(a) para nós, não é mesmo? 

Mas,e quando esta vida virtual se sobrepõe à nossa vida real?

Bem,aí realmente teremos um problema. E dos grandes. 
Tipo, bem grandão mesmo.


Imagem relacionada
legenda: AAAAAAAAAAA

Quando damos mais prioridade à nossa "segunda vida", ou seja, nossa vida no Stardoll, automaticamente nos afastamos do meio em que vivemos. 

"Pra que vestir roupas normais e viver numa casa terrivelmente normal sendo que no jogo posso ter itens super raros e viver rodeado de amigos na moda?"

Este, infelizmente, é o pensamento de vários jogadores. São esses que gastam inúmeras horas do dia promovendo campanhas para ganhar uma competição, investem fortunas em créditos do jogo e ficam sem dormir esperando ser os primeiros a ter acesso à uma loja com itens limitados. Existem até casos em que as pessoas tornam-se agressivas por não conseguirem as coisas que querem nesse mundo virtual. 

Mas será que esta vida vale muito mais que a sua vida real?

É 100% de certeza que não.
Doll, sua vida é muito mais que acumular stardollares, itens raros e fama. 
Está tudo bem logar no jogo para se divertir e fazer amigos, eu mesma faço isso sempre que posso. Porém, a partir do momento em que você coloca o Stardoll no topo da lista de importância e dedica uma boa parte do dia com ele, você estará se afastando de amigos reais e perdendo sua própria essência. Isto não é bom,é?

O mundo real pode ser cruel às vezes, mas o seu "eu" habita nele! 
Toda vez que você perceber que está fazendo aquela pergunta que destaquei acima, dê um tempo para o jogo, saia para passear (shopping,  praça, ou até mesmo uma caminhada no quarteirão) e coma sua comida favorita! Você vai perceber que não só nossa vida virtual é prazerosa, mas também pequenas coisas do cotidiano real!

Não estou incentivando vocês a abandonarem o jogo ou pararem de investir nele,ok? Mas tudo que é em excesso faz mal, como muito açúcar em um suco ou um remédio tomado em doses gigantescas. Por isso, devemos dosar a quantidade de tempo online ^^

Fica aqui a nossa filosofia do dia ;P



Beijos,


3 comentários:

Danni Gomes disse...

Estou digitando com os pés por que com as mãos estou aplaudindo ❤👏👏👏

Eu Sou Fan disse...

TIRO ATRÁS DE TIRO, hein Fer? Arrasou!

Suzanny Goes disse...

Muito importante essa matéria, Parabéns!
Vou contar um pouquinho sobre o que "vivi" entre 2012-2015
Por volta de 2012 eu conheci o Stardoll e me apaixonei, eu ficava +10hrs jogando todos os dias, ficava brigando com meu irmão pra ficar no pc, foi se tornando um vício incontrolável e comecei a gastar dinheiro com muita frequência em associação ss, meu rendimento na escola estava bom, mas eu não conseguia mais fazer amigos, eu me isolei do mundo durante esse tempo, me chamavam pra passear e eu simplesmente dizia não pq queria ficar jogando, comecei a me sentir muito solitária pq nessa idade 15/16 as meninas já estavam tendo namoradinhos e eu estava ali, parada no tempo por causa de um jogo, minha timidez foi piorando mais ainda e fui me isolando mais ainda, sem dúvidas o jogo prejudicou muito minha adolescência, hoje se eu tenho 6/8 amigos são muitos jjkkk mas minha timidez consegui domina-la dps que fiz um curso no senai e entrei na faculdade. Então meninas e meninos, tomem muito cuidado e não deixem que um simples passatempo , um hobbie acabe com a vida real de vocês.