sábado, 11 de março de 2017

Heartless - Episódio 02

Olá pessoal

Primeiramente desculpa pelo ep atrasado.
Infelizmente alguns personagens estavam com "falhas" e tivemos que ajeita-los.
Sem contar que refizemos o rosto da personagem Emy, e meu PC ainda está com problemas.
Mas agora o ep está aqui, então se divirtam com a leitura!



Episódio 02 - A festa

Kappa  – 7:00 AM
Ainda não esqueci do que aconteceu semana passada. É incrível como alguém faz uma pichação no muro de uma Universidade e sai ileso, como se ninguém tivesse visto. Além do mais pra quem seria aquilo? Tanta gente estudando ali, podia ao menos ter deixado uma dedicatória.
- Você vem Mabel, já está na hora do café da manhã...
- Se quiser pode descer, eu só vou dar uma conferida no meu material.
- Ah, ok.
Hoje a casa está animada pelo jeito, a Sasha e a Becky estão correndo feito 2 baratas tontas pela casa, coisa boa não é.
- Sabe por que elas estão assim Dina?
- Não faço a mínima. Será que tem haver com o que aconteceu no campus?
- Gostaria de saber.
- Emy está chamando todas à mesa. (Becky)
- Sentem todas. Não sei se sabem mas todo ano as irmandades fazem festas para celebrar a chegada de novos alunos, e esse ano a nossa Kappa ficou responsável pela festa, então eu quero todas aqui depois das aulas para ajudarem a arrumar tudo. Ah e vistam algo... diferente dessas coisas que vocês chamam de roupa!
- Mas já que a festa é pra nós, nós não deveríamos só ficar na festa, e livres do trabalho? (Alana)
- Óbvio que não, eu não vou ficar carregando bebidas, mesas e etc. Vocês cuidaram disso, eu já irei fazer demais organizando lista de convidados, mandando as mensagens, e escolhendo as músicas...
Fresca  essa garota né? É melhor eu ir indo.

Caminho da Universidade - 8:00 AM
- O que vai vestir Margo? (Mabel)
- Eu ainda não sei, e você?
- Acho que um vestido que ganhei da minha mãe.
- Você ainda não me falou muito da sua família, ao contrario de mim que fico que nem tagarela.
- Nada, eles são discretos. Mas enfim, se quiser eu te empresto algo.
- Não pode deixar, vou procurar algo no meu guarda roupa.
- Ah ok. Ei, ali não é o gatinho que você tava falando aquele dia?
- Ah, ele nem é bonito assim. E eu nem sei o nome dele, então nem posso dizer que conheço.
- Por que não pergunta a ele se ele vai pra festa?
- Ah acho desnecessário, além do mais...
- Ele tá vindo aqui, age naturalmente.
- Oi, garota quase assaltada.
- Margo vou comprar um cappuccino, depois te vejo.
- Ah, seu nome é Margo. Prazer Jake.
- É sim, prazer é meu, hum, vai na festa hoje a noite?
- Vou sim, vai também?
- Sim é a minha irmandade que vai dar a festa.
- Ah, você é da Kappa Clow então, entendi. Então te vejo na festa né?
- Sim.
- Então tá. Até mais tarde.
- Até.

Kappa – 6:00
Depois de quase matar a Mabel por ter me deixado só com o Jake, eu voltei pra Kappa e fui explorada pela idiota da Emy. Acho que perdi algumas calorias depois de carregar tanta coisa, o que não é tão mal, mas já estava quase na hora da festa, e eu que não sabia o que usar.
 Ainda estava me arrumando com a Mabel:
- E aí ansiosa pra festa?
- Um pouco, o Jake disse que viria, mas não sei se vou falar com ele.
- Ué por que? Ele é super gato.
- Mabel! E se ele tiver namorando?
- Duvido, um gato daqueles pode pegar a Universidade toda, pra que se prender em um relacionamento só?
- Tomara.
- Você disse tomara? Espera quer ficar com ele? Não acredito, já shippo muito.
- Não, eu disse pra você se arrumar logo, vai põe logo essa roupa.

Kappa/ Festa – 10:00 PM
A festa já começou a uma hora e ainda não vi o Jake. Acho que ele não vem, e mais uma vez eu estava certa, ele deve estar sei lá, na casa da namorada dele:
- Por que está olhando pro relógio direto? (Mabel)
- Por nada.
- Ah, sei. Vem vamos beliscar esses aperitivos ali.
Mas antes que eu fosse a reitora me chamou e parecia estar com algo na mão.
- Margo, fiquei sabendo do assalto então resolvi lhe presentear já que sei que precisará de um celular.
- É, obrigada reitora mas acho que não vai ser necessário meu pai vai comprar um e...
- Aceite, isso aconteceu sobre o meu comando acho que é o mínimo que posso fazer.
Ok, isso foi bondade demais, mas mesmo assim eu precisava de um celular então aceitei.
Depois de conversar com a reitora voltei para perto da Mabel para enfim comer.
Já eram mais de onze horas, e eu e ela já estávamos de barriga cheia de tanto comer aqueles doces e salgados. Mas daí do nada alguém coloca a mão no meu ombro:
- Quase não te encontro!
- Jake! Achava que não vinha.
- Eu não perderia a festa, além do mas tenho que te mostrar uma coisa, vem.
A Mabel só olhou pra mim e deu um "tchauzinho" para mim olhando com uma cara maliciosa o que é engraçado vindo de alguém tão fofa. E depois de literalmente me puxar, a gente andou, andou, andou  até chegarmos no terraço da Universidade e antes que eu olhasse ele tampou minha visão, e pediu pra eu sentar em um “murinho” que tinha ali (claro que tropecei e depois sim sentei, eu e minha coordenação motora):
- Pode abrir os olhos.
- Uau... É lindo. Apesar de serem só várias luzes, mas de longe chega a ficar muito brilhoso.
- Achei que fosse mesmo gostar. Quando estou no tédio, ou triste com algo venho pra cá.
- É realmente lindo, mas por que me trouxe aqui?
- Ah, como disse achei que fosse gostar, além do mais, esse pode ser nosso lugar secreto, já que acho que só os zeladores sabem da existência desse lugar. E depois de deixar seu celular ir embora eu tinha de te recompensar.
Agradeceria se fosse com um beijo, brincadeira. Ou não.
- A reitora foi mais rápida e já providenciou um pra mim.
- Então esquece a parte da recompensa. (risos)
A gente começou a conversar sobre assuntos completamente aleatórios, tantos que eu nem lembro mais. Até que lembrei de alguma coisa e era que tinha que voltar pra festa, e peguei o celular para ver a hora:
- Nossa nem tinha visto, tenho 6 chamadas perdidas da Mabel!
- Se quiser pode atender não me incomodo. Mas qual é mesmo o nome da sua Reitora?
- É a Reitora Collins.
- Irene Collins, certo? É, ela implica com a Emy desde que ela entrou na Kappa no ano passado.
- É sim, espera, você conhece a Emy?
- Acho que me esqueci de te contar, mas somos namorados.
- É, Alana está me ligando desculpa tenho que ir.
- Espera...
Sai correndo de lá na mesma hora, como ele não me contou nada? Tudo bem que não nos conhecemos a muito tempo, mas e daí ele já estava me levando até pro lugar preferido dele! Justo agora que estava me interessando ele me da uma “patada” dessas.
Foco, preciso saber o motivo de tantas ligações:
- Ainda bem que chegou Margo!
- O que foi Cloe?
- Depois que você saiu, parece que algum engraçadinho que estava na festa apagou a chave geral da casa e aproveitou a escuridão para destruir o quarto da Emy!
- Só o dela?
- Sim, e onde você estava esse tempo todo?
- Eu tinha saído com um amigo e...
- AaaaAAAaaAAAaaaA
- Calma Emy, a gente pode dá um jeito urgente no seu quarto. (Sasha)
- Eu não vou ter calma enquanto não descobrir quem foi o idiota que destruiu meu quarto!
- Calma, a Mabel já foi chamar a reitora. (Becky)
- Aí está ela.
- O que foi que aconteceu aqui?
- ALGUM DOS SEUS ALUNOS IDIOTAS DESTRUIU MEU QUARTO! (Emy)
- Sabe que não tenho problemas auditivos, então não precisa gritar.
- E aonde é que eu vou dormir?
- Enquanto não arrumamos seu quarto, você dormirá com alguma das meninas.
- AaaaAAAaaAAAaaaA
Advinha com quem ela foi dormir? Isso mesmo, comigo, depois de eu descobrir que estava quase gostando do namorado dela. Com que cara eu vou olhar pra ela?
Claro, se ela não descobrir e me matar antes.

Corredor Kappa - 00:00 AM
- Por favor Mabel não vai, se quiser pode dormir junto comigo. 
- Ordens da reitora! Nem vai ser tão ruim assim, qualquer coisa pode gritar, ou berrar que nem ela.(Mabel)
- É bom não demorar rascunho de popularidade. (Emy)
- Já estou indo.
- Tomara que ela não fique reclamando a noite toda disso.
- Acho que ela aceitou até fácil demais isso.
- Também acho.
- Ah, antes que vá dormir me empresta o trabalho do Sr. Fields, só falta fazer o finalzinho.
- Ok, acho melhor te passar logo antes que a enjoadinha comece a reclamar que cheguei tarde no quarto.


Espero que tenham gostado!
Deixe seu comentário dando dicas, ideias e a sua opinião sobre a série.

Beijos e até ♥

6 comentários:

Beatriz Neto disse...

Eu amei!Achei graça no quarto destruído da Emy, como eu queria estar na pele dela(SQN), eu tou achando que quem fez isso foi uma das meninas da Kappa. Uma pergunta, a Emy ronca muito alto?Se ronca, coitada da Margo, vai ter que passar o inferno por uns dias.

munike guimarães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
munike guimarães disse...

Só acho que a Emy vai perder o namorado.

Layla Freloze disse...

Que a Emy vai perder o namorado tá na cara, mas agora... QUEM SERÁ QUE FEZ AQUILO NO QUARTO DE EMY? Eu acho que foi ela mesma, pra incriminar alguém... não sei. THAM THAM THAM THAM THAM...

Amei, super bem escrito! Parabéns.

Megan disse...

Hahahaha Adriano e Layla vocês dois são demais! Enquanto to sem mangá, anime e k-drama pra assistir posso ler isso! Sinto que estou lendo um mangá beeem louco, resumindo eu ameii! Parabéns!!!

Adriano Lopes disse...

Fico bastante feliz que gostem, Bia, Munik, Layla, e Megan! Não posso dizer muito, mas quem tudo quer tudo perde ♥ E a maior Bitch dessa universidade ainda não está nem perto de ser desmascarada...